Idioma:

Controlo de TCA da Cortiça

São feitos exames laboratoriais à cortiça para deteção de tricloroanisol (TCA), ou seja, um composto químico que dá origem ao gosto a mofo no vinho. É um elemento presente na natureza, sendo facilmente absorvido pela cortiça. Não causa problemas à saúde pública. A indústria corticeira tem como objectivo a erradicação do TCA para aumentar a qualidade das rolhas.

Traçamento

Processo em que se recorre ao recorte da cortiça. Identificam-se os calibres e classes visuais da cortiça, isto é, as pranchas são separadas por classes de qualidade com base na espessura, porosidade e aspecto.

Cozedura

Sistema dinâmico onde a água está constantemente a circular e, ao mesmo tempo, a ser descontaminada antes de entrar novamente no ciclo de cozedura. As pranchas são cozidas uniformemente a altas temperaturas, permitindo uma melhor extracção dos compostos solúveis e orgânicos, como é o caso do TCA. Torna a cortiça mais macia e elástica.

Estabilização em Estaleiro

Depois de cozida, decorre a estabilização da cortiça, ou seja, um processo que serve para aplanar as pranchas e permitir o seu repouso. Deste modo, a cortiça obtém a consistência necessária para ser transformada em rolhas. A estabilização permite que a cortiça atinja, ainda, o teor de humidade ideal para o seu processamento e que é de cerca de 14 por cento.

Controlo TCA

Nesta fase volta-se a proceder ao controlo de TCA por qualidade em laboratório certificado.

Rabaneação

As pranchas de cortiça são cortadas (rabaneadas) em tiras com uma largura ligeiramente superior ao comprimento da rolha a fabricar.

Brocagem

Consiste em perfurar as tiras de cortiça com uma broca, dando resultado a uma rolha cilíndrica em conformidade com os limites desejados. Todos os desperdícios são aproveitados para granulado de cortiça e para rolhas técnicas.

Pré-Secagem

Após a brocagem é necessário efectuar uma pré-secagem em estufa, uma vez que a rolha de cortiça, tal como a madeira, na presença de humidade incha. A pré-secagem retira a humidade e dá à cortiça maior estabilidade dimensional diminuindo assim a possibilidade de existirem erros nas medidas de corte. Para além disso um baixo teor de humidade das rolhas previne as contaminações microbiológicas.

Rectificação de Tamanhos

A rolha é sujeita a uma retificação nas dimensões (comprimento e diâmetro), de modo a colocá-las no intervalo de valores admissíveis. Regulariza-se igualmente a superfície da rolha. A retificação consiste no Topejamento e na Ponçagem. O primeiro lixa os topos da rolha para que fiquem paralelos entre si e perpendiculares ao eixo do corpo, e o segundo corrige o corpo das rolhas de forma a evitar a ovalização.

Escolha Eletrónica

Trata-se de um exame minucioso das rolhas de cortiça para eliminar as rolhas com defeitos estruturais ou de fabrico, e com o objetivo de separá-las num determinado número de classes visuais, que refletem o seu grau de porosidade.

Escolha Manual

Neste processo, funcionários experientes e qualificados realizam uma inspeção visual de todas as rolhas, de modo a separá-las por qualidades e classes. Verificam se as rolhas respeitam os padrões previamente estabelecidos, eliminando as rolhas com defeitos que não foram detectados pelas máquinas automatizadas.

Produto Acabado

As rolhas estão agora prontas para venda. São normalmente distribuídas em sacos de 5.000 unidades, personalizados em termos de qualidade e calibre.